Páginas

quinta-feira, 19 de março de 2015

["PrimodoBebetogate"] O que é que a baiana Nutricash tem?





no blog do Cícero Cattani (título modificado pelo blog do Mario)


Guarde bem esse nome: Nutricash, de Salvador, vencedora de licitação que possibilita gerenciamento único e descentralizado de cerca de 15 mil veículos distribuídos nos 399 municípios, com consumo anual estimado em 36 milhões de litros de combustíveis.

Até agora, havia dois sistemas de gerenciamento do abastecimento, um para os postos próprios, administrados pelo Departamento de Transporte Oficial (Deto), unidade da Secretaria da Administração e da Previdência, e o outro realizado por cada um dos órgãos do Estado, que tem contratos em separado com postos comerciais e tratamento administrativo diferenciado.

O sistema passou a ser operacionalizado com um cartão de pagamento magnético para cada carro. Na hora do abastecimento, os motoristas que utilizam o veículo precisam digitar login e senha. Somente assim é possível ter acesso ao combustível tanto nos 26 postos próprios, quanto nos comerciais credenciados pela empresa baiana.

O responsável pela implantação do sistema único de abastecimento de combustível controlado pela Nutricash, foi Ernani Delicato, diretor do DETO (na foto com a secretária da Administração e Previdência, Dinorah Botto Portugal Nogara) , atualmente foragido por conta do escândalo que envolve o primo do governador, Luiz Abi.

Delicato é oficialmente considerado foragido. Ele é o sexto homem com mandado de prisão decretado pela 3ª Vara Criminal no caso da suspeita de fraude na licitação de R$ 1,5 milhão que resultou na contratação da Providence Auto Center para consertar carros do governo do Estado na região.