Páginas

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Estudo MUITO interessante! Gastos em saúde e o PIB em 35 países

Os dados são de 2012/2013, mas servem perfeitamente para ilustrar o tamanho do desastre que está sendo o desmonte do SUS patrocinado pelo Golpe de 2016.




A tabela a seguir estruturada mostra os dados disponibilizados em 2.015 pela OCDE sobre Gastos Nacionais em Saúde – dispêndios totais como percentual do Produto Interno Bruto (PIB), dispêndios do setor público como % do PIB e gastos totais per capita – para os 34 países que compõem a OCDE, além do Brasil.

A OCDE – Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico – teve sua Convenção firmada em dezembro de 1960 por 14 países e a partir dai cresceu até atingir o formato atual com 34 nações. As últimas a serem aceitas foram Chile, Estônia, Eslovênia e Israel em 2010. Seu Banco de Dados em Saúde oferece as mais abrangentes, confiáveis e atualizadas estatísticas a respeito de um grande elenco de informações, incluindo, p.ex., dados financeiros, mortalidade, expectativa de vida, morbidade, percepção do estado de saúde, outros determinantes da saúde (consumo de tabaco, alcoolismo, oferta e consumo de alimentos, peso corporal), estoque de profissionais.

Os dados econômicos aqui listados são os consolidados para o ano de 2012. A coluna de população por país, no entanto, fornece o dado mais atual, ou seja, de fevereiro de 2016. Para consultar a informação original, acesse: OECD Health Statistics 2015 – www.oecd.org/els/health-systems/health-data.htm. Para os dados demográficos (Current World Population) a fonte é o site: www.countrymeters.info.

Estados Unidos, Holanda e Suíça, pela ordem, são os que mais investiram em saúde em relação ao PIB. A Holanda foi, no entanto, a nação onde o setor público mais contribuiu para os gastos setoriais, seguida por Suécia e Dinamarca. Os maiores gastos per capita ocorreram na Suíça e depois na Noruega e na Holanda.

Caso pertencesse à OCDE, o Brasil se posicionaria relativamente bem (em 22º) no que respeita aos gastos totais em saúde, mas seria o antepenúltimo nos investimentos públicos, item no qual superaria apenas a Chile e México. Já nos gastos per capita só ficaria acima da Turquia. Os dados brasileiros são do IBGE e se referem à Conta Satélite de Saúde que assinala um gasto total de R$ 421 milhões em saúde no ano de 2013, sendo R$ 231 milhões (4,4% do PIB) das famílias e do setor privado em geral e R$ 190 milhões do setor público (3,6% do PIB). Estatísticas do Banco Mundial mostram um % maior do PIB para os dispêndios brasileiros com saúde.


POPULAÇÃO E GASTOS EM SAÚDE EM 35 PAÍSES
PAÍS
POPULAÇÃO 
(em milhões) 2016
GASTOS EM SAÚDE em  % do PIB (2012)
Total
Público
Per Capita (em US$)
Alemanha
79,711,08,34.819
Austrália
23,8
8,85,9
3.866
Áustria
8,4
10,17,7
4.553
Bélgica
11,2
10,18,0
4.256
Canadá
35,9
10,27,2
4.351
Chile
18,1
7,33,4
1.606
Coréia
50,5
6,93,8
2.275
Dinamarca
5,6
10,48,8
4.553
Eslováquia
5,4
7,65,6
2.010
Eslovênia
2,0
8,76,2
2.511
Espanha
47,9
8,86,7
2.898
Estados Unidos
326,8
16,47,9
8.414
Estônia
1,3
6,24,8
1.542
Finlândia
5,4
8,66,5
3.442
França
67,0
10,98,6
4.124
Grécia
11,1
9,26,0
2.366
Holanda
17,0
11,19,7
5.131
Hungria
9,8
7,44,4
2.428
Irlanda
4,8
8,15,5
3.663
Islândia
0,3
8,77,1
3.677
IsraeL
8,4
7,54,4
2.428
Itália
60,6
8,86,8
3.077
Japão
126,1
10,28,5
3.173
Luxemburgo
0,6
6,65,5
4.371
México
126,4
6,23,2
1.048
Noruega
5,1
8,97,6
5.862
Nova Zelândia
4,6
9,57,6
3.328
Polônia
38,4
6,44,5
1.530
Portugal
10,6
9,16,1
2.514
Reino Unido
65,1
8,57,0
3.235
Rep. Checa
10,5
7,16,0
2.040
Suécia
9,6
11,09,2
4.904
Suíça
8,1
11,17,3
6.235
Turquia
77,8
5,14,0
941
OCDE*
1.283,4
8,96,5
3.453
BRASIL**
208,18,03,6
970
*: Dados da OCDE – População total. Gastos em saúde = média
**: Dados do Brasil sobre gastos em saúde são de 2.013